Vagas abertas para o projeto Venezuelanos ao Volante

O Projeto Venezuelanos ao Volante é uma parceria entre o ACNUR, Cabify, IFC (International Finance Corporation) e Instituto Venezuela que tem como objetivo criar condições para que venezuelanos(as) em situação de refúgio participem de um programa piloto e se tornem motoristas-parceiro de aplicativo de transporte. Será oferecido aos(as) participantes um subsídio para cobrir os custos das três primeiras semanas de operação (caução, aluguel do carro e combustível) e após as três semanas, os participantes poderão continuar trabalhando como motoristas de aplicativo e pagarão o montante em parcelas semanais.

Caso o(a) participante não tenha a CNH brasileira, mas tenha a carteira venezuelana, poderá se inscrever, pois serão auxiliados na revalidação da carteira para que possam participar do primeiro grupo piloto do projeto.

O projeto está com 50 vagas disponíveis e para participar é necessário cumprir com os seguintes requisitos:

  • Portar CNH brasileira e/ou carteira de motorista venezuelana vigente;
  • Ter RNE/RNM ou protocolo de RNE/RNM ou equivalente;
  • Ter celular próprio (tem que ser smartphone com sistema operativo Android);
  • Ter disponibilidade de trabalho de 5-6 dias por semana, por de 40+ horas semanais;
  • Ser bom motorista;
  • Ter um perfil proativo, autônomo e responsável: vontade de construir uma vida no Brasil;
  • Não ter de antecedentes criminais no Brasil;
  • Ter interesse em melhorar o seu nível de português e de integrar-se na sociedade brasileira;
  • Ter uma boa apresentação.

Além disso, será considerado positivo, mas não obrigatório, se o(a) participante:

  • Demonstrar habilidade de concentração, calma e foco;
  • Ter um perfil empreendedor;
  • Experiência prévia com público diverso, sociabilidade.
  • Idade adulta (entre 29 e 55 anos);
  • Habilidade com smartphones e acesso a aplicativos;
  • Ter uma conta bancária no Brasil;
  • Ter um conhecimento básico de português;
  • Ter um conhecimento teórico e/ou prático das regras de trânsito brasileiras;
  • Poder fornecer um comprovante de residência.

A inscrição poderá ser feita em português ou espanhol no formulário online.